"Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos." (Salmo 119:10)

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tudo de uma vez.

Quero desabafar tudo de uma vez aqui. Minha vida está uma loucura. Talvez você não se importe muito com a minha vida, mas quem sabe a situação que eu estou vivendo não é bem parecida com a sua, hein? Minha universidade é federal, então passei quase 6 meses sem aula, e quando as mesmas recomeçaram recomeçou o desespero. Está tudo atolado, apesar de quase tudo já ter acabado... Mas então vem as responsabilidades que assumi e que (não estou reclamando disso, porque eu quero realmente fazer parte do movimento) estão me preocupando muito. Eu estava rodeada de pessoas unidas por uma mesma causa e de repente me vi me sentindo sozinha praticamente implorando pela presença, pelos comentários, pelas respostas, por qualquer coisa que me respondesse! Eu seria menos insistente se não fosse necessário. Reconheço também meus problemas emocionais, eu me encho de coisas pra fazer e acredito que seja pra que em nenhum momento eu tenha que parar e pensar sobre mim mesma, porque se eu fico ociosa, vem aquela depressão, meus pensamentos de morte, aquela solidão aterrorizante, o medo de ficar só, o medo de estar sendo inútil. Vem tudo junto. Então, de certa forma o fato é que eu acabo assumindo tantos compromissos, nem tantos assim, mas importantes demais, que não tenho tempo de sofrer nem de pensar em minha decadência. E chega a um ponto que eu fico tão simples, é complicado de entender, eu sei... Mas eu fico tão sob aquela famosa atitude natural, que eu rio por qualquer coisa, e eu gosto disso, porque é isso mesmo, eu começo a rir das coisas, mesmo me preocupando com um milhão de outras. Não sou o tipo de pessoa que gosta de ser dominada, de ser enganada, mas confesso que tenho uma tendência a procurar pelas coisas que me deixem ocupadas o suficiente para não sofrer. Tenho tanto medo de assim ir vivendo uma vida vazia... Fez algum sentido o que eu quis dizer? Tem esse outro problema também, como todo ser humano, também me sinto a mais incompreendida das criaturas terrestres... Tenho medo de criar situações inexistentes, de me fazer de vítima sem perceber e de cometer outros erros para os quais eu sei que tenho o dom. Não sei mais o que dizer, só que queria jogar assim com tudo de uma vez.

4 comentários:

Guilherme Kunz disse...

Menina vc ta bem? Para com isso.. o mundo da leitura é um mundo libertador e que te coloca no eixo.. nao deixe pensamentos ruins passarem por ti.. beijos e se cuida..

Book Teen disse...

Que tudo fique bem..

Luis Gustavo Sodre disse...

Acho q essa atitude de fuga deve ser encarada msm, pq vc não pode ficar nesse aperrengue menina! xD Admiro demais essa sua capacidade de sorrir msm sempre tempo de tão ocupada, alivia, descarrega! ^^ Boa sorte aí! :)

rafaely_zss disse...

Ain, que desabafo mais compatífel menina, passei pelo mesmo já que minha facul federal tambpem esteve de greve e depois de ter voltado ando sendo sulgada pelo tempo e pelos livros de tanta coisa que tenho pra fazer. e bem só tenho a dizr o quanto gostei do seu blog e posts. parabéns, beijos!


http://www.linguasdeprata.com/