"Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos." (Salmo 119:10)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Uma carta não entregue.

"Eu quero escrever coisas fantásticas, palavras tocantes, algo que realmente toque na tua alma, te faça crescer, te ilumine, te renove, não que você seja antiquado — não é isso que quero dizer, por favor, entenda — quero escrever palavras tão lindas, que te façam chorar, que te façam querer ser mais pra ti mesmo. Não se essas palavras serão regadas a lágrimas, talvez não, no fim eu conto.
Sabe, tem horas que eu tenho tudo planejado, todo o meu futuro na palma da mão; mas tem horas que eu tenho medo. Tenho medo de não ser isso, tenho medo de me arrepender. No entanto, tenho aprendido que não são as decisões que são erradas, o que muitas vezes faz com que erremos é a forma como lidamos com elas. Isso não me faz ter menos medos, mas me ajudou a me aceitar.


Eu também aprendi que não devo apenas sonhar meus sonhos, e sim vivê-los a cada dia. Entende? Eu vou trabalhar diariamente em prol deles. Quero seguir minha consciência em tudo, e um dia eu vou conseguir. Eu sonho com a liberdade, trabalho em prol disto. Eu sei que os meus não são os teus, mas você se encontra neles. Vai ser tão desesperador um dia acordar e sonhar sozinha, ou nem ter mais com o que sonhar. Vai ser triste. Muito. Sonha comigo! Realiza comigo!
Pode até não parecer, mas eu sonho apenas com o que é essencial pra mim felicidade, e você faz parte dela. Sonho pra mim não é sinônimo de "impossível". O essencial é simples, só é difícil. Eu quero fazer você se sentir importante, não só pra mim, mas pra você mesmo. É tão bom. De vez em quando eu experimento. Bate uma depressão... Eu choro e choro... Mas é tão bom. Um dia eu vou parar de chorar, porque acredito que todas estas lágrimas são os meus medos, todos estão indo embora aos pouquinhos. É preciso chorar agora e eu quero chorar agora. Mas é preciso ser aos poucos. Existem medos que nos incitam à cautela.

Eu quero que você sonhe grande! Grande e modestamente... A felicidade requer pequenos fatos, pequenos e grandiosos ao mesmo tempo. E eu espero, espero muito, muito, que eu seja um sonho teu. Um sonho que tu vivas dia a dia, pelo qual tu trabalhas e luta diariamente. Somos jovens, temos medos, lágrimas. Um dia não choraremos mais. Seremos destemidos! Sonhe comigo, tanto ao meu lado quanto comigo. Porque saibas e tenhas certeza que tu és um sonho meu, pelo qual trabalho.

Vem viver minha liberdade.

- Esta não foi regada a lágrimas, mas eu vou chorar com a próxima música da A.M."




4 comentários:

Mariana de Castro disse...

A gente é tão igual... Tu é tão eu e eu sou tão tu... Parece que eu escrevi isso contigo, sabe? (tá, é óbvio que tu escreve melhor, o que eu quis dizer é que isso é exatamente o que eu queria ter escrito, o que eu queria ter tido a chance de dizer)

Te amo, prima!

Moniky disse...

own' são palavras bonitas, profundas, bem simples, porém tocam e fazem sentir. Muito bom, gostei realmente de como você escreve. Estou te seguindo.

Se poder E QUISER, dá uma passadinha no meu e cometa...
http://ultimamentira.blogspot.com/
Ficarei Grata.

kalanguinho disse...

Cá estamos nós...estou sonhando contigo Steffi,! o/

Ps:Vamos sr destemidos!!! \o/ u_ú

Allguns disse...

Ha muito tempo o termo "impossivel" foi substituida por "estamos trabalhando nisso"...
Voce pode sonhar a vontade...Porem nunca estara sonhando sozinha...Porque aqueles que seus sonhs conhecem estarao la no momento em que ele se realizar...